Como funcionam as máquinas de costura?

Como funcionam as máquinas de costuraA descaroçadora de algodão, mais conhecida como máquina de costura, é uma invenção que pôde tornar uma tarefa complicada e demorada, em algo rápido e simples. Com a máquina de costura mecanizada, foi possível, aos fabricantes, produzirem uma grande quantidade de roupas de alta qualidade a um preço acessível.

Graças a essa tecnologia, hoje, muitas pessoas dispõem de roupas de alta qualidade e acabamento a um preço razoável. Há mais ou menos duzentos anos atrás, comprar roupas de qualidade e acabamento impecáveis, era considerado um luxo do qual nem todos tinham o prazer de dispor.

Há inúmeros modelos de máquinas de costura no mercado, os quais variam muito em termos de preço e desempenho. Existem modelos mais convencionais, ideais para o uso doméstico e existem, também, modelos mais sofisticados, que é o caso das máquinas industriais, conectadas a um computador. Há uma série de máquinas à disposição de indústrias têxteis, incluindo modelos de última geração desenvolvidos especificamente para costurar determinado produto.

Mas como funcionam as máquinas de costura?

O funcionamento de uma máquina de costura, basicamente, poderia ser resumido em:

  • A agulha atravessa o tecido, levando a linha superior até a bobine;
  • A linha superior entra na lançadeira;
  • O gancho da lançadeira passa a linha superior por baixo da bobine;
  • Quando a lançadeira sobe de volta, a linha superior fica presa na linha da bobine;
  • A linha superior é puxada de volta pela agulha, trazendo a linha da bobine para cima do tecido, formando o ponto;

Porém, vale a pena conhecer, em termos mais técnicos e específicos, o funcionamento desta invenção engenhosa.

O mecanismo automático da máquina, geralmente, é muito simples, porém o maquinário que faz o seu acionamento é um pouco mais elaborado, pois é baseado em um conjunto de engrenagens, polias e motores.
As máquinas de costura são fabricadas a partir de uma ideia básica: sistema de ponto entrelaçado.

Costura com ponto entrelaçado

Este método se difere, totalmente, da costura feita à mão. No ponto simples, feito à mão, a linha é presa ao olhal da agulha. A costureira passa a agulha com a linha presa em dois pedaços de tecido, de um lado para o outros, várias vezes, direcionando a agulha para dentro e para fora dos pedaços de tecido, unindo-os.
As máquinas de costura passam somente a parte da agulha pelo tecido. Em uma máquina de costura, o olhal da agulha se localiza logo após sua ponta e não no final. Assim, a agulha é presa à barra de agulhas, que é movimentada para cima e para baixo pelo motor através de uma série de engrenagens e cames. Quando o ponto é passado pelo tecido, puxa-se um pequeno laço da linha de um lado para o outro. Um mecanismo abaixo do tecido prende este laço e o entrelaça em um outro pedaço da linha ou em outro laço no mesmo pedaço da linha. Parece complicado, mas não é.

Ponto cadeia

O cadeia é o ponto entrelaçado que se caracteriza por ser o mais simples. A máquina de costura, para criar um ponto cadeia, deve entrelaçar uma única parte da linha nela mesma. O tecido que está sobre uma placa de metal abaixo da agulha, é pressionado por um calcador.
No início de cada ponto, a agulha puxa um laço da linha através do tecido. Um mecanismo entrelaçador, que se desloca junto com a agulha, prende este laço antes que a agulha volte a subir. Quando a agulha entra no tecido, novamente, o novo laço da linha passa através do laço anterior. O entrelaçador prende a linha novamente e entrelaça-a em torno do próximo laço. Dessa forma, cada volta da linha mantém a próxima no lugar.
O ponto de cadeia apresenta como principal vantagem, o fato de que ele pode ser costurado muito rapidamente. Porém, não é muito firme, levando em consideração que toda a costura pode ser desfeita caso uma ponta da linha solte.

Ponto trança

O ponto trança é o ponto mais forte usado pela maioria das máquinas de costura. O gancho de engate e o conjunto do fuso são os elementos mais importantes do mecanismo deste tipo de ponto.
Fuso: consiste em um carretel de linha posicionado abaixo do tecido. É montado no centro de um engate rotativo, que é movimentado pelo motor da máquina junto ao movimento da agulha. A agulha puxa um laço da linha através do tecido, ergue-se novamente à medida que os mecanismos de alimentação deslocam o tecido e, logo após, empurra outro laço, assim como em uma máquina de ponto de cadeia. Mas, em vez de unir os laços diferentes, o mecanismo de ponto os junta com outro pedaço de linha que acaba se desenrolando do fuso.
Assim que a agulha empurra um laço da linha, o engate rotativo prende o laço com um gancho. Enquanto o engate gira, puxa o laço em torno da linha que sai do fuso, formando um ponto bastante firme.

Componentes da Máquina de Costura

Uma máquina elétrica de costura convencional é, sem dúvidas, um projeto de engenharia impressionante.

No vídeo a seguir, é possível ter uma ideia mais clara de todos estes componentes:

A configuração destes elementos pode variar bastante de uma máquina para outra, mas todas funcionam com base no mesmo objetivo.

Processo de funcionamento da máquina de costura

  1. O motor elétrico fica conectado a uma polia motora através de uma correia de acionamento. A polia movimenta o longo eixo de acionamento superior, que é conectado a diversos elementos mecânicos que se diferem. A extremidade do eixo gira uma manivela, que puxa a barra da agulha para cima e para baixo. A manivela movimenta o braço tensionado da linha;
  2. O tensionador se desloca em sincronia com a barra de agulhas, descendo para reproduzir uma folga suficiente de modo que uma volta seja formada abaixo do tecido. Logo após, o braço sobe para tensionar o laço depois que ele é liberado pelo gancho de engate;
  3. Na parte superior da máquina, há um carretel, do qual a linha sai, passando pelo braço de tensão e um disco de tensão. Ao girar o disco, a costureira pode regular a tensão da linha fornecida à agulha. A tensão deve ser maior quando o tecido que estiver sendo costurado for mais fino, e menor quando o tecido for mais grosso;
  4. A correia que aciona o eixo de acionamento inferior é o primeiro elemento encontrado ao longo do eixo superior. A extremidade do eixo inferior é conectada a uma série de engrenagens cônicas em conjunto que acionam o conjunto de ganchos de engate. O eixo de acionamento inferior aciona, também, as articulações que são responsáveis por movimentar o mecanismo de alimentação;
  5. O motor é controlado por um pedal, que permite que a costureira controle a velocidade. O pedal, ao ser pressionado, acelera o motor, que por sua vez, acelera todos os processos na mesma proporção. Não é interessante como as partes dessa configuração estão todas interligadas? O processo é sincronizado de maneira impecável, independente da velocidade em que o motor está girando;

Máquinas de costura computadorizadas

As variações de ponto que uma máquina convencional oferece, geralmente, são do ponto em ziguezague, o qual é muito simples de ser feito. Basta movimentar o conjunto da agulha de um lado para o outro ao mesmo tempo em que ele está se deslocando para cima e para baixo.
Em uma máquina moderna, o processo é um pouco diferente. As máquinas de costura de última geração possuem computadores integrados, que auxiliam para que a operação seja mais eficáz. O computador é responsável por controlar diretamente diversos motores, que deslocam com precisão a barra de agulhas, o mecanismo de alimentação, os discos de tensionamento e outros elementos que compõem a máquina.
Desta maneira, é possível criar centenas de pontos diferentes. O computador é responsável por acionar os motores na velocidade certa para movimentar a barra de agulhas para cima e para baixo e para os lados em um determinado padrão de ponto. O computador da máquina pode ser conectado a um microcomputador para que sejam feitos downloados de padrões diretamente da Internet.
Outras máquinas de costura eletrônicas também conseguem criar padrões de bordados mais complexos. Possuem uma área de trabalho motorizada que segura o tecido abaixo do conjunto da agulha e uma série de sensores que informam ao computador, a posição de todos os componentes da máquina.
O único trabalho que a costureira tem, é de carregar um padrão da memória ou criar um novo padrão. O computador faz todo o resto, inclusive, avisa à costureira quando a linha deve ser trocada, bem como outros ajustes necessários para o bom funcionamento da máquina.
Máquinas de Costura

Comentários

Perguntas realizadas para: "Como funcionam as máquinas de costura?"

  Mostrar Comentários

Ainda não temos nenhum comentário para este artigo.
Seja o primeiro utilizando o formulário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *