Diferença entre malharia por trama e urdume

Diferença entre malharia por trama e urdume

As malhas possuem uma estrutura que se diferencia dos tecidos por apresentarem uma elasticidade natural inerente ao processo de construção. Isso porque, na tecelagem, os fios de trama e urdume criam uma armação fixa e rígida, na malha um fio direciona a forma das laçadas que passam dentro das laçadas seguintes e assim por diante. As malhas são classificadas em dois tipos: trama e urdume. Você sabe quais são as diferenças entre eles? A gente te conta a seguir.

Alimentação das agulhas: Na malharia por trama as agulhas são alimentadas por um mesmo fio ou grupos de fios, já na malharia por urdume, um ou mais fios podem alimentar cada agulha.

Fixação da largura da meia malha: Na trama, a largura é firmada pela quantidade agulhas em uso (máquinas retilíneas) ou pelo diâmetro da máquina (máquina circular). Na malharia por urdume a fixação da largura é definida a partir da quantidade de fios de urdume em trabalho.

Formação das malhas: Na trama as malhas vizinhas são criadas por um mesmo fio ou grupo de frios. Ou seja, formadas sucessivamente diferente da malharia por urmude, em que as malhas são formadas simultaneamente e as malhas vizinhas são geradas por fios distintos.

Destricotagem: Em se tratando da malharia por trama os artigos podem ser destricotados. Na malharia por urdume isso é, na maioria das vezes, inviável.

Estabilidade dimensional: Os artigos em malharia urdume possuem uma estabilidade dimensional mais elevada e não se deformam facilmente, diferente dos artigos da malharia por trama.

Viu só? Agora mais uma dica importante: seja qual for o tipo de malha a ser trabalhada, você pode encontrar sua máquina de costura na Máquinas União! Venha conferir nossos modelos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>