Entendendo as etiquetas nas roupas

Entendendo as etiquetas nas roupas

As etiquetas de roupas são elementos muito importantes nas peças, isso porque, além de representarem a marca, elas também são capazes de fornecer dicas importantes sobre conservação. Cada tipo de tecido possui um cuidado diferente, e se não houver atenção na hora da lavagem, é possível que a peça seja inutilizada.

As instruções presentes nessas pequenas partes são essenciais para a resolução de dúvidas, pois servem de base para que a peça continue em ótimo estado acerca de aparência e caimento, mesmo após lavagens. Além disso, etiquetas corretas aumentam a boa reputação da marca no mercado, gerando menos consumidores insatisfeitos, até mesmo esse fator é levado em consideração no momento da compra.


Normas de etiquetagem internacionais

O órgão mundial responsável pela regulagem das etiquetas de conservação é a Associação Internacional de Etiquetagem de Conservação Têxtil (GINETEX), atuando ativamente no setor desde 1975. Os objetivos da associação são:

  • Apresentar um sistema de etiquetagem uniforme;
  • Informar os consumidores corretamente sobre as técnicas de conservação;
  • Instaurar pictogramas simplificados e de fácil entendimento, indpendente da linguagem;
    Evitar o uso de sistemas diferentes.

Para que esses objetivos fossem alcançados, a GINETEX trabalhou com algumas “regras” para os pictogramas:

  • Devem fornecer informações claras sobre o tempo de tratamento;
  • Serem utilizados na ordem apresentada na etiqueta;
  • Serem claros, de fácil entendimento.
  • Não deixarem espaço para más interpretações.
  • Posicionamento uniforme;
  • Considerar hábitos do consumidor;
  • Evitar técnicas complexas.

Sistemas de etiquetagem em outros países

Japão

O sistema no Japão tem os pictogramas arranjados em uma ordem específica, da direita para a esquerda, seguindo a seguinte ordem:

  • Lavagem;
  • Alvejamento;
  • Passadoria;
  • Lavagem a Seco;
  • Torção;
  • Secagem.

Canadá

O sistema canadense só foi instaurado em 1973, e previa que os pictogramas fossem coloridos:

  • Verde para “vá em frente”;
  • Amarelo para “precaução”;
  • Vermelho para “não tente”.

Em 2003 isso mudou e a codificação por cor foi descontinuada.

Estados Unidos

Já nos EUA as etiquetas podem ser compostas tanto de palavras quanto pictogramas, e devem fornecer informações de:

  • Tipo de lavagem;
  • Temperatura;
  • Programa de lavagem em máquina;
  • Instruções de alvejamento;
  • Método de secagem;
  • Passadoria.

Agora que você já entende a importância das etiquetas nas peças de vestuário, entre em contato com os profissionais das Máquinas União e faça uma cotação de qual equipamento é ideal para você dar um acabamento profissional e deixar seus clientes satisfeitos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>